Quais os sintomas da endometriose

Você conhece os principais sintomas da endometriose? Pois deveria. Esta é uma doença que atinge milhares de mulheres em todo o mundo e que por muitas vezes, pode demorar até ter um diagnóstico correto.

A endometriose é uma doença do tipo inflamatória, provocada por células que compõem o endométrio. Estas células, ao invés de serem expelidas durante a menstruação, acabam migrando para os ovários ou então na cavidade abdominal, causando fortes dores para a mulher.

Por muitas vezes, o diagnóstico é demorado, difícil e a mulher sofre. Sendo assim, é muito importante que você fique atenta a todos os sintomas que possam aparecer e entender o seu corpo para chegar a um tratamento preciso e eficaz de maneira mais rápida.

E quais seriam os principais sintomas da endometriose?

Sintomas da Endometriose

Em alguns casos, mulheres portadoras da endometriose podem não apresentar nenhum sintoma. Mas já em outros casos, pode-se notar o seguinte:

  • Dor durante a penetração nas relações;
  • Infertilidade;
  • Cólicas menstruais muito intensas, conhecidas como dismenorreia. As dores podem ser tão fortes que em muitos casos impedem as mulheres de realizar suas atividades habituais mais básicas;
  • Dores difusas ou crônicas na região pélvica;
  • Sangramento menstrual intenso;
  • Menstruação irregular;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação.

Como é feito o tratamento e o diagnóstico da endometriose?

A constatação da doença é feita através de exames clínicos e de imagem. O médico pode solicitar laparoscopia, ultra-som vaginal, ressonância magnética e um exame de sangue específico de nome marcador tumoral CA-125, que pode mostrar alterações em casos mais avançados da doença.


Quanto ao tratamento, ele pode ser feitos de duas maneiras: cirúrgico e com medicamentos. Nos casos cirúrgicos é feita uma laparoscopia onde podem ser removidos cistos ou outros focos da doença. Ainda em alguns casos, quando a mulher já teve os filhos desejados e não pretende engravidar novamente, remover o útero e os ovários pode ser uma alternativa de tratamento mais radical, mas eficaz para acabar com os sintomas da doença.

Existem também medicamentos como anti-inflamatórios, analgésicos e outros que podem ser usados durante o tratamento para alívio dos sintomas.

É importante frisar que nenhum medicamento deve ser usado sem o consentimento médico. Procure um profissional de saúde para diagnóstico e tratamento correto. Durante a consulta, esclareça todas as suas dúvidas e siga o tratamento corretamente.

Fatores de Risco

É importante lembrar também de alguns fatores de risco que podem aumentar as chances de desenvolvimento da doença, tais como:

  • Ter a primeira menstruação muito cedo;
  • Anormalidades no útero;
  • Menstruação que duram por muito tempo, por sete dias ou mais;
  • Ciclos menstruais frequentes;
  • Nunca ter tido filhos.

Não deixe de realizar seus exames regularmente. O diagnóstico precoce de qualquer doença pode facilitar e muito, o tratamento.

Veja também: Conheça os principais sintomas da vacina da gripe.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.