Como fazer empréstimo consignado do Auxílio Brasil

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil já foi regulamentado pelo Governo Federal e está disponível para as pessoas que recebem o benefício.

É um empréstimo controverso, pois ao mesmo tempo que o dinheiro pode ajudar a aliviar uma emergência, ele pode trazer ainda mais vulnerabilidades para uma família que já encontra muitas dificuldades. Afinal, o valor do Auxílio já não é muito alto e com o desconto mensal da parcela, pode complicar ainda mais a situação daquele que solicitou o empréstimo.

Como fazer o empréstimo consignado do Auxílio Brasil

Como fazer o empréstimo consignado do Auxílio Brasil

Os beneficiários podem comprometer até 40% do valor do benefício com a parcela. Ele funciona de maneira semelhante com o empréstimo consignado que já existe para aposentados e pensionistas, onde o valor da parcela é descontado diretamente na folha.

Isso traz uma garantia maior para os bancos, que sofrem menor risco de calote e assim, oferecem juros menores. Mas vale o alerta, a taxa de juros para os beneficiários do Auxílio Brasil não será a mesma praticada com os aposentados. Ela será consideravelmente maior. Enquanto para aposentados e pensionistas o teto é de 3,06% ao mês, para o empréstimo consignado do Auxílio Brasil, cada banco irá definir o quanto irá cobrar de juros.

Quem recebe o Auxílio Brasil?

O benefício é fornecido a famílias que possuem renda per capita de até R$105. Famílas que possuem em seus membros gestantes ou pessoas com menos de 21 anos e aquelas em situação de pobreza também podem receber o benefício.

O valor pago até o mês de Dezembro de 2022 será de R$600, mas o valor original (e que volta a ser pago a partir de Janeiro de 2023) é de R$400.

Quanto vou poder solicitar de empréstimo consignado do Auxílio Brasil?

O valor vai depender principalmente da taxa de juros praticada pela instituição financeira escolhida pelo beneficiário. O valor mínimo oferecido pelas instituições costuma ser de R$500. Já o máximo vai depender da taxa de juros. O importante é parcela não ultrapassar os R$160, que equivalem a 40% do benefício.

Resumindo, se você solicitar um empréstimo e formalizar o contrato com o valor máximo de parcela, passará a receber apenas R$240 de Auxílio Brasil até que faça a quitação do valor emprestado.

Quais bancos oferecem o crédito para Auxílio Brasil?

Qualquer instituição credenciada pelo Governo Federal poderá oferecer o serviço, porém, a decisão de oferecer ou não o produto, caberá a instituição financeira.

Como fazer para solicitar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil?

O interessado em fazer o empréstimo consignado do Auxílio Brasil deve ir até a sua instituição de confiança, munido de documentos como RG, CPF e número do NIS. No local, leia as condições do contrato e só assine a proposta depois de estar de acordo com as condições. O pagamento será feito diretamente ao beneficiário. Não será possível realizar este pagamento a terceiros.

Evite também fazer qualquer transação por telefone, visto que é necessária a assinatura do contrato para a contratação do empréstimo.

Lembre-se: Não é necessário pagar nenhum valor para solicitar e receber seu empréstimo. Caso seja cobrado qualquer adiantamento, desconfie e denuncie a empresa pois se trata de golpe.

É possível renegociar este tipo de empréstimo caso não consiga pagar?

No caso de empréstimo consignado, como o desconto é feito diretamente em folha, não existe a possibilidade de renegociação do débito. O que o cliente pode fazer é tentar realizar a portabilidade do empréstimo para outra instituição que ofereça condições mais vantajosas.

Outra observação importante é que caso o beneficiário perca o auxílio, ainda precisará pagar as parcelas pendentes do empréstimo, até o final do contrato.

Conclusão

Apensar de parecer tentadora, a oferta de empréstimo consignado do Auxílio Brasil pode complicar ainda mais a vida de quem já sofre bastante com a renda mensal. Se você é um dos beneficiários do programa, estude bem antes de usufruir da oferta. O valor do empréstimo pode aliviar as contas na hora, mas e nos meses seguintes? Como ficará a situação da sua família com os descontos constantes? Planeje bem.

Para quem tem dúvidas sobre o Auxílio Brasil ou qualquer outra questão financeira, nós sempre recomendamos acompanhar a Nath Finanças, que fala sobre dinheiro com uma linguagem fácil e para pessoas de todas as realidades. Fica a dica!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *