Como saber se estou na malha fina da Receita Federal?

Está curioso para saber se você está na malha fina da Receita Federal? Você não é o único!



Logo após o envio da declaração de Imposto de Renda, a Receita Federal realiza o processamento e “confere” todas as informações que foram passadas. Caso haja alguma divergência, o contribuinte deve enviar a correção e prestar todos os esclarecimentos para a Receita.

Todas as declarações, tenha você restituição ou não para receber, são conferidas minuciosamente. Isto é feito exatamente para evitar os golpes e possíveis crimes de lavagem de dinheiro e outros.

O que pode fazer um contribuinte “cair na malha fina”?


Qualquer contribuinte pode cair na malha fina desde que informe qualquer dado errado na declaração. Inconsistência ou omissão nos valores recebidos e pagos, dados não comprovados referentes aos dependentes, etc.

Sendo assim, é importante sempre ao preencher a declaração do imposto de renda com a máxima atenção possível. Fica sempre mais fácil quando organizamos os documentos durante todo o ano.

Malha Fina da Receita Federal

Mas, como saber se estou na malha fina da Receita Federal?

Antes de mais nada, é bom falar que não é o fim do mundo se você cair na malha fina. Toda divergência pode ser resolvida. Em alguns casos, basta fazer a declaração retificadora e aguardar um novo processamento. Caso ainda exista inconsistência nas informações, o contribuinte pode ser chamado para comparecer a um dos escritórios da Receita Federal.

Se este for o seu caso, basta comparecer ao local no horário agendado apresentando os documentos que comprovam as suas informações e tudo será resolvido.

-> Leia também: Quem precisa declarar Imposto de Renda

Para verificar se você caiu na malha fina:

Para saber se você caiu na malha fina da Receita Federal, basta acessar o Portal e-CAC com o seu código de acesso e a senha. A lista geralmente é liberada na metade do ano, um pouco antes da liberação do primeiro lote de restituições.

Caso tenha restituição a receber, será necessário primeiro resolver a pendência com a Receita Federal para depois ter os seus valores depositados.

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.